BRUNO TORRES

Bruno Torres, ator e cineasta. Trabalhou em 41 filmes em funções diferentes, sendo 25 longas metragens e 16 curtas metragens. Dirigiu os curtas metragens “O Último Raio De Sol”, “Pequena Paisagem Do Meu Jardim”, “O Tempo Do Plano”, “A Noite Por Testemunha” e “Encontro Das Águas”, que juntos conquistaram mais de 40 prêmios no Brasil e no exterior. Atualmente, está envolvido com a pós-produção do seu primeiro longa-metragem “A Espera De Liz”, filmado na Venezuela e na Serra Gaúcha. Interpretou o personagem Valdir na novela “Insensato Coração”, de Gilberto Braga, o antagonista Fê Lemos no sucesso de bilheteria “Somos Tão Jovens”, de Antônio Carlos Da Fontoura, e mais recentemente o personagem Vitor no filme “Entrando Numa Roubada”, de André Moraes. Atuou também nos longa metragens “O Homem Mau Dorme Bem”, de Geraldo Moraes; “Oxigênio”, de Pedro Zimmerman; “Entre Idas e Vindas” de José Eduardo Belmonte”; “Campus Santo”, de Márcio Curi, “Sal De Prata” e “Bio”, ambos de Carlos Gerbase, entre diversos outros. Concorreu duas vezes ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. A primeira no ano de 2005, com seu próprio curta metragem “O Último Raio de Sol”, e a segunda na categoria de melhor ator coadjuvante, pelo longa-metragem “Somos Tão Jovens”, de Antônio Carlos da Fontoura.


Seja um associado

Seja sócio da Academia Brasileira de Cinema e participe da votação e da cerimônia de premiação mais importante do Cinema Brasileiro.